Clube de Astronomia The Dorks

Terra

Símbolo Astronômico


A Terra é o terceiro planeta do Sistema Solar e o maior dos quatro planetas internos. Sua estrutura interna é semelhante à dos outros planetas internos. Seu núcleo interno é composto por metais sólidos, o externo por metais derretidos e, sobrepondo o núcleo externo, existem camadas de rochas derretidas, semiderretidas ou sólidas. As condições da superfície, porém são muito diferentes: nenhum outro planeta possui água em estado líquido ou atmosfera rica em oxigênio e forma de vida conhecida. A lenta evolução da Terra, iniciada há 4,5 bilhões de anos, continuará naturalmente e de acordo com as ações humanas.

Comparações entre a Terra e os outros Planetas

A História da Terra

O planeta Terra era uma bola semiderretida de material quente logo depois de sua formação. Os elementos mais pesados submergiram no interior, formando um núcleo de metal; os mais leves emergiram, formando o manto e a crosta rochosos. Após bilhões de anos, o planeta esfriou, a superfície solidificou-se, a atmosfera foi criada e os oceanos se formaram. Hoje, o planeta continua em evolução: a crosta é renovada pelas erupções vulcânicas no fundo dos oceanos e é constantemente alterada por terremotos e pela deriva continental. As proporções de gases na atmosfera também estão mudando lentamente, devido à influência humana.

Deriva Continental

A superfície da Terra é uma crosta rochosa composta por mais de uma dúzia de placas separadas. Cada continente está encravado em uma ou mais placas, as quais se movem com mesma velocidade do crescimento de uma unha. As placas rígidas flutuam sobre a rocha semiderretida, a qual
é revolvida pelas correntes quentes do núcleo de ferro. Quando se agitam, as placas superiores se
movem lentamente.

Teoria da Deriva Continental

Magnetosfera

Conforme a Terra gira, redemoinhos em seu núcleo externo de ferro derretido geram correntes elétricas. Essas correntes criam um campo magnético que se estende pelo espaço e forma uma bolha protetora ao redor do planeta. Esse campo, conhecido como magnetosfera, protege a Terra do vento solar, o vendaval de partículas elétricas liberadas pelo Sol. Algumas dessas partículas ficam presas em duas áreas chamadas Cinturões de Van Allen.

O Planeta Habitado

No Sistema Solar, apenas a Terra tem suprimento abundante de água, oxigênio e nitrogênio, elementos essenciais à vida. Os organismos vivos apareceram na Terra há cerca de 3,8 bilhões de anos e os dinossauros há 150 milhões. Uma das teorias para sua extinção, há cerca de 65 milhões de anos, é a de que um meteorito se chocou com a Terra, o que concentrou grande quantidade de oeira na atmosfera. A poeira teria bloqueado a luz e o calor do Sol, causando uma breve era glacial, durante a qual os dinossauros teriam morrido de frio e de fome.

Estrutura da Terra

© Copyright by The Dorks Soc. Desen. Astronomy ®

Clube de Astronomia The Dorks ®

[Voltar]